quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Flôres para os aflitos...



Meus amados:

Humor quando não mata engorda.
Desconsiderando aquela ave de rapina cerebra -grega Parana - acho que o país está o próprio cáos. Vamos parar de brincar com isso.
Fernando com a sua erudição me passa sua angústia. Suas idéias caro FH são catalogo-telefônicas: têm personagens demais.Muitas ilhas belas de pensamento liberal aprisionado, Eu adoro.

JK

A culpa vem de JK pra cá. Destruiu a participação da massa raciocinadora do país, concentrada essencialmente do Rio com um criativo, perdoem a franqueza - PUM!, também conhecido como Brasilia. Vale aí a metáfora da caverna de Ali Baba, que aliás nada teve com Ali Baba mas com os 40 ladrões entre os quais Platão, acho, porque roubava as idéias de Sócrates que não sabia escrever. Lula é socrático-pragmático quando repete como um pirata de papagaio"Só sei que não sei!". Acha lindo isso.
Por mim, recomendo a pérola cinematográfica chamada "Watson" (traduzido fielmente para "Sherlock Holmes") O ator é aquele cara que fez "Amadeus". (Como é mesmo o nome dele. Peraí que eu vou pegar meu dicionário Alzheimer de Alemão)

Colocação em cima da colocação

A frase título, como sabemos é usada, para o - como diz no ENEM - "cerumano" falar fora da inscrição nos Congressos.
Proponho a nós todos do DEM e do ÔNIOS reunirmio-nos em uma sessão de cinema para criar um cine clube nos Shoppings a custa de Luiz Severiano Ribeiro.
Depois a gente sai e vai curtir aqueles comentários geniais que produzimos nas tristemente célebres mesas de bar.(Estas virão em nossa direção logo em seguida)


OBEDIÊNCIA CIVIL


Defendendo o meu protesto contra a existencia das coisas inúteis vou parar de dar para o governo.
A Receita Federal não serve para nada, só para tirar dinheiro suado de quem rala (tipo os guardinhas da Prefeitura, que por sinal estão de greve há uma semana e ninguém notou, tipo o Tribunal de Contas)

O imenso cordão de "governadores" de Brasilia fazem o Boi de Piranha.Em que Zé Dirceu, Genoino - mente etc e tal, são melhores que eles?
Lula blindadão.


Paulo Jorge da Fonseca de Brito-Inglez Bonates, PB colocando tudo.

A chegada de Dercy Gonçalves no céu...

- Porra tá frio aqui em cima.
- O céu não tem temperatura, minha senhora - pondera um porteiro celestial de plantão.
- Não tem o cacête. Tá frio sim senhor - insiste Dercy.
- Prefere o inferno? Lá é mais quentinho!
- Manda tua mãe pra lá. Cadê o Pedro?
- Pedro só atende aos purificados.
- E eu tô suja por acaso? Tô cagada?
- Você primeiro tem que passar pelo purgatório, ajustar umas continhas...
- Não devo nada a viado nenhum.
- Você foi muito sapeca lá por baixo.
- Como é que você sabe? Andava escondido debaixo das minhas saias?
- Dercy, daqui de cima a gente vê tudo.
- Vê porra nenhuma. Vê a pobreza, a violência, meninas de 4 anos sendo estupradas pelos pais, político metendo a mão no dinheiro dos pobres, carinha cheirando até bosta pra ficar doidão? O que vocês vêem? Só me viam?
- Você fala muito palavrão.
- Eu sempre disse que o palavrão estava na cabeça de quem escutava. Palavrão é a fome, a falta de moral destes caras que pensam que o mundo é deles. Esses goelas grandes e seus assessores laranjas, tangerinas e o cacête!
- Está vendo? Outro palavrão.
- Cacête é palavrão, seu porteiro do caralho? Palavrão é a Puta Que o Pariu!

(silêncio por alguns segundos)

- Seja bem vinda Dercy. Sou Pedro. Pode entrar.

- CARAAAAAALHO!!! Não é que eu morri mesmo?!!! E o purgatório?

- Você já passou 101 anos por ele, lá no Brasil. Venha descansar!!!

ENSAIO NA CASA DE TOM JOBIM...

video

ENEM 2009 (fresquinho)...

As pérolas do ENEM 2009

O tema da redação do Enem 2009 foi Aquecimento Global, e como acontece todo ano, não faltaram preciosidades. Lá vão:

1) "o problema da amazônia tem uma percussão mundial. Várias Ongs já se estalaram na floresta.
2) "A amazônia é explorada de forma piedosa.
3) "Vamos nos unir juntos de mãos dadas para salvar planeta."
4) "A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e créu."
5) "Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta."
6) "O grande excesso de desmatamento exagerado é a causa da devastação."
7) "Espero que o desmatamento seja instinto."
8) "A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo."
9) "A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta."
10) "Tem empresas que contribui para a realização de árvores renováveis."
11) "Animais ficam sem comida e sem dormida por causa das queimadas."
12) "Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna."
13) "Os desmatadores cortam árvores naturais da natureza."
14) "A principal vítima do desmatamento é a vida ecológica."
15) "A amazônia tem valor ambiental ilastimável."
16) "Explorar sem atingir árvores sedentárias."
17) "Os estrangeiros já demonstraram diversas fezes enteresse pela amazônia."
18) "Paremos e reflitemos."
19) "A floresta amazônica não pode ser destruída por pessoas não autorizadas."
20) "Retirada claudestina de árvores."
21) "Temos que criar leis legais contra isso."
22) "A camada de ozonel."
23) "a amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor."
24) "A cada hora, muitas árvores são derrubadas por mãos poluídas sem coração."
25) "A amazônia está sofrendo um grande, enorme e profundíssimo desmatamento devastador, intenso e imperdoável."
26) "Vamos gritar não à devastação e sim à reflorestação."
27) "Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises."
28) "A natureza está cobrando uma atitude mais energética dos governantes."
29) "O povo amazônico está sendo usado como bote expiatório"
30) "O aumento da temperatura na terra está cada vez mais aumentando."
31) "Na floresta amazônica tem muitos animais: passarinhos, leões, ursos, etc."
32) "Convivemos com a merchendagem e a politicagem."
33) "Na cama dos deputados foram votadas muitas leis."
34) "Os dismatamentos é a fonte de inlegalidade e distruição da froresta amazonia.."
35) "O que vamos deixar para nossos antecedentes?"

Os melhores comerciais...

video

O FRACASSO DO FILME DE LULA...


Produto estrategicamente amparado pelo aval do Palácio do Planalto e embalado para ser visto por 20 milhões de espectadores pagantes, “Lula, o Filho do Brasil”, o mais caro filme produzido até hoje no
país (algo em torno de R$ 40 milhões, incluindo farta publicidade, confecção de 430 cópias e outras despesas) - fracassou miseravelmente. Ao tomar conhecimento do fato Lula ficou “desapontado”, pois contava
com o êxito do filme para arrebanhar votos e eleger Dilma Rousseff - ex-terrorista e assaltante de banco - à Presidência da República.

Em São Paulo, principal mercado exibidor do País, o filme de Lula conseguiu pouco mais de 100 mil espectadores na sua segunda semana de exibição. (Para se ter ideia do desastre, em apenas três dias o desenho animado “Alvim e os Esquilos”, produção de segunda linha norteamericana, superou a casa dos 640 mil ingressos vendidos). E na sua terceira semana de exibição, em circuito nacional, a frequência media
do filme, que já era baixa, caiu 70%, consolidando a derrocada. Fui ver o filme de Lula numa sala da Zona Sul do Rio, na última sessão de uma sexta-feira, horário considerado nobre para o mercado exibidor.
Sua plateia, constituída por 17 incautos, mostrava-se entediada, em que pese o som áspero de uma trilha sonora sobrecarregada – em cinema, curiosamente, um fator decisivo para se anular a atenção do público.
Antes do letreiro “Fim”, uns cinco espectadores, mais hostis, implesmente abandonaram a sala de projeção, entre apupos e imprecações.

Por que o filme de Lula, mesmo com a milionária campanha de marketing e massivas chamadas na televisão, além do intenso noticiário da mídia amiga e o apoio milionário das centrais sindicais, fracassou a olhos vistos?
Em primeiro lugar porque é um filme pesado, “bore” - como diria, apropriadamente, a vigorosa Pauline Kael. Seu roteiro, por elíptico, caminha aos saltos e carece de uma estrutura dramática eficiente,
capaz de envolver o espectador. Seus articuladores, movidos pela insensatez, pretendendo compor um ambicioso painel da vida do “cinebiografado”, estraçalharam as etapas de apresentação,
desenvolvimento, clímax e desfecho da narrativa em função de uma montagem que corre em velocidade supersônica, suprimindo, com isso, a necessária integridade e clareza da narrativa.

Eis o veredicto: como se processa numa dramaturgia capenga, o filme de Lula corre por conta de situações dramáticas apenas esboçadas e, ao modo de um relatório previsível, materializa-se como peça de
ilustração – ilustração chata e pouco convincente. Mas a razão primeira pela qual o filme de Lula fracassa é porque ele navega, do início ao fim, nas águas turvas da mentira. Basicamente tudo que nele é exposto -- desde os episódios da infância carente narrados em tom autocomplacente pelo ex-operário à “companheira”
Denise Paraná (paga pela Fundação Perseu Abramo, instituição petista) até os relatos da sua ascendência na vida sindical -- traz o selo da invencionice dissimulada e o desejo manifesto de se fabricar a imagem
do herói predestinado que se fez Presidente. Como o filme não tem senso de humor, o ponto de partida objetivado é comover o espectador pela exploração emotiva do miserabilismo físico e humano da paisagem social adversa. Neste diapasão, por exemplo, a cabrinha 'traçada' por Lula na infância, conforme seu relato à
“Playboy”, fica de fora. Como de fora fica o episódio marcante em que Vavá, o irmão mais velho de Lula, rouba mortadela para matar a fome da família -- cena que é o ponto de partida de “Os Miseráveis”, a obra perene de Victor Hugo.

Por sua vez, na ânsia de soterrar a moral de botequim que norteia o personagem, por (de)formação infenso a qualquer tipo de valor espiritual, o filme subtraí a cena em que o futuro líder sindical, depois de pedir ao patrão para fazer algumas horas extras na oficina, enfia o dinheiro pago no bolso e, fugindo do trabalho, manda o patrão “tomar no cu”. Como também fica ausente da narrativa, não por acaso, o relato crucial
da enfermeira Miriam Cordeiro, ex-mulher do santificado sindicalista, que o trata por consumado “canalha” em depoimento ao “Estado de São Paulo”, tendo em vista a discriminação exercida por ele contra a filha
Lurian, cuja vida, anos antes, “queria ver abortada”. Ademais, para enganar a audiência, os articulares da escorregadia peça publicitária sequer mencionam o papel dos cursilhos comunistas (lecionados na Alemanha Oriental) na formação ideológica do sindicalista empenhado em fomentar o ódio de classe.

Por outro lado, com o firme propósito de incensar o mito do líder carismático, pleno de virtudes, o filme esconde as relações promíscuas de Lula com Murilo Macedo, o Ministro do Trabalho com quem enchia a
cara de cachaça num sítio de Atibaia, interior de São Paulo, na tentativa de morder a grana fácil da “ditadura militar”. Pior: o filme esconde do espectador que a liderança de Lula no movimento sindical emerge da infiltração dos apóstatas da “teologia da libertação”, aliados do terrorismo (rural e urbano) financiado por
Fidel Castro, somada à ação dos ativistas radicais banidos da vida política cabocla e dos intelectuais marxistas da USP -- na prática os reais fundadores do Partido dos Trabalhadores. Não parece estranho, por exemplo, que tenha sido eliminado do entrecho a figura subversiva do “Frei” Betto, o mentor ideológico do maleável líder sindical? Por incrível que pareça, há no filme de Lula dois personagens que são responsáveis pelos momentos (raros) em que o filme anda e adquire verossimilhança. São eles: Aristides (interpretado por Milhem Cortaz,
na férrea composição de um sub-Zampanô caboclo), o pai alcoólatra de quem Lula reconhece ter “herdado o lado ruim”, e Feitosa (Marcos Cesena, convincente), na vida real Paulo Vidal, o Presidente do
Sindicato dos Metalúrgicos, hábil precursor do “sindicalismo de resultados”, de quem o operário de nove dedos tudo absorveu em matéria de malandragem e, depois, já contando com o apoio e as instruções das facções vermelhas, traiu.

São personagens episódicos, mas funcionais, visto que representam de alguma forma presenças antagônicas, sem as quais não há vestígio de dramaturgia. Já a personagem de D. Lindu (Glória Pires, uma máscara
sustentada com boa porção de pancake), de quem muito se esperava, opera convencionalmente, proferindo sentenças prosaicas, como é de se esperar de uma figura materna – por sinal, segundo Frei Chico, o filho mais velho, negligenciada pela eterna ausência do amado líder sindical. Resumo da ópera: em vez de uma cinebiografia contraditória e humana, temos no filme de Lula o engendrar da construção de um mito. Nele, o
personagem é visto como um ser perfeito e predestinado – logo ele, um sujeito grosseiro e vulgar, desprovido de qualquer tipo de grandeza, a não ser a de mercadejar mentiras em função da manutenção do poder.
Nem Stalin, o monstruoso fabricante de si mesmo, consentiu que se cultuasse, em vida, sob forma de obra de ficção, sua personalidade ditatorial. O que restará ao filme de Lula? Com o apoio da grana fácil do governo,
cumprir a sua missão como peça de propaganda enganosa na agenda eleitoral de 2010. No Sul do País, as centrais sindicais estão distribuindo milhões de ingressos entre os seus filiados, ao tempo em que fornecem sanduíches, refrigerantes e serviço de transporte gratuito aos eventuais companheiros que se disponham a ver a peça de louvação.

No Nordeste, fala-se na contratação de unidades móveis de exibição para percorrer centenas de cidades do interior que ainda não possuem salas de projeção. São gastos adicionais que os mentores (públicos e
privados) do projeto não abrem mão na esperança de que as populações miseráveis testemunhem o florescer da Virtú. A meu ver, inutilmente. Pois, como dizia o outro (que não foi, em absoluto, o Joãozinho Trinta), quem gosta de miséria -- e dela se beneficia -- são os intelectuais de esquerda. Pobre – ou operário -- só quer luxo e riqueza. No que está coberto de razão.

P.S: Visto como espetáculo soa como desperdício que “Lula, o Filho do Brasil”, o “bom negócio” da LC Barreto, tenha custado em torno de enxundiosos R$ 20 milhões, até a 1ª cópia. É muita grana! Um produtor eficiente teria chegado a resultado idêntico com pouco mais de R$ 2 milhões.

(Este artigo foi copiado do SITE ¨midiasemmasca")
* Ipojuca Pontes

Vivo Penando...


Amigos este mundo está perdido. O jornalismo perdeu o lead e crianças de 13 anos elogiam meu Blog. Deixa eu merecer.

Para ser sincero o mérito é todo de uma espécime de gerente da Vivo no Shopping Vitória.
Fui lá para ser roubado pela companhia porque eu tenho vergonha na cara (Tia Cecy, pag,354,Memorias, Mamanus AM).

Fui passam meu cell de pré para pós.

Levei aquela estúpida documentação, a mais gaiata delas é a tristemente famosa "comprovação de residência". Isto é um papel qualquer com teu nome e endereço. Vale mesmo que você jamais tenha nascido.

Levei.

A geniosa figura achou que a importante documentação deveria ter carimbada a data de entrega lá em casa. Ela não sabia ler, aliás. O papel tava tão completo que mamãe baixou dos céus e me pediu que "não espalhasse certas coisas". Foi maus mammy.

Seguindo a metodologia lulista, usada por sócrates, o corintiano - "Só sei que não sei" - a frenética chefe disse que ia ver se quebrava MEU galho.

Saí.

-- O senhor virou de costa para mim!
-- Não. A senhora é quem ficou de frente para minhas costas.

Isso levou um tempo e daria uma tese na Academia de Letras .

Fui embora. Ainda voltei e peguei o papel.

E daí?

Na loja EM FRENTE apresentei a mesma documentação e saí falando pos pagadamente.

Mais uma lei que despreza Psiquiatras em benefício de Psicologos...

Tramita na Comissao de Seguridade e na Comissao de Constituiçao da Camara dos Deputados um projeto de Lei de Carlos Lereia ( PSDB GO) que institui a obrigatoriedade de "AVALIAÇAO E TRATAMENTO PSICOLOGICO para gestantes do SUS" - visando, segundo eles, "tratar" as depressoes pós-parto ( na minha opiniao, visa, isso sim, instituir mais uma bolsa-psicologo do Minist. da Saude - nao bastem os 22 a 23 mil profissionais ja existentes ...);

Outra coisa, flagrantemente anti-constitucional, ilegal ( mas que vai passar porque os Psiquiatras nao reagem, nossa classe é muito fraca perante CFM / AMB /Fenam etc ) é uma lei que dá a psicologos a prerrogativa que eles nao tem, ou seja: de diagnosticar e tratar doenças médicas ( aí está , de novo, o famigerado ATO MÉDICO ).

Conclamo colegas ligados a essas entidades acima, assim como a ABP e regionais, para se interporem contra um projeto, mais um que CONFUNDE DELIBERADAMENTE o trabalho do Psiquiatra com o do Psicologo, visando, evidentemente, dar mais emprego para os ultimos, passando assim, por cima de nossa profissao. Irao dizer que foi um "erro da redação da lei", que não "tinham intençao de confundir psicologia com psiquiatria, etc", mas é tudo balela, é deliberado. Foi assim com a lei atual que exige, para porte de arma , para exames criminologicos, etc, o "exame psicologico" . No inicio diziam que queriam dizer "exame psicopatologico", e que Psiquiatras e Psicologos poderiam fazer. Mas vejam bem, hoje, por lei, quem faz é o Psicologo, o Psiquiatra está fora, ABSURDO. Me digam se um psicologo está capacitado para fazer exame psicopatológico, me digam se existe exame psicopatologico que não seja um exame psiquiatrico, portanto, um exame Medico !

Gostaria de lembrar aos colegas que, se deixamos , mais uma vez, este tipo de coisa passar, daqui uns dias estaremos como nos EUA, onde a pressao dos psicologos para virarem psiquiatras é enorme - há estados onde já prescrevem, clinicam, internam, etc. Veja, por ex., um livro do psicologo americano Barlow - varios livros " psiquiatricos " na Artmed e outras, onde tenta "virar médico" - no qual afirma que a diferença entre psicologos e psiquiatras é que os ultimos prescrevem, mas que isto já está mudando nos EUA ( está no paragrafo de seu livro " Tratamento dos Transtornos Psicologicos " Artmed , que lida com a diferença, "segundo ele", entre psicologia e psiquiatria).

Outro "queridinho" da Artmed, "o maior "expert" mundial em hiperatividade" ( assim se autodenomina ) , que não é Psiquiatra, é Psicologo, Barkley, onde faz o diagnostico diferencial da hiperatividade... com mania, com ansiedade, autismo etc. Ou seja, o cara hoje é mais que Psiquiatra... faz coisas que nem os Psiquiatras mais preparados conseguem.

Nos EUA, onde provavelmente a APA vai degenerar, há cada vez mais Psiquiatras de origem latina lá.Em muito pouco tempo os Psicologos virarao "Psiquiatras". E no Brasil, se nao tomarmos açoes energicas,(como copiamos tudo dos EUA), a coisa vai no mesmo sentido...

Poste que fala...

Não mostrem à Regina Duarte o discurso de Dilma Rousseff no Congresso do PT. Para quem tinha medo de Lula, o trauma poderá ser insuperável. Nem tanto pelas palavras proferidas pela pré-candidata a presidente. A retórica estadista de porta de assembléia já é conhecida, misturando realidade e ficção para servir a velha laranjada ideológica.

O que pode levar Regina ao pânico é a evolução cênica, a postura, enfim, a pré-candidata em si.
Durante quase uma hora de discurso, quem se imaginou num país dirigido por aquela senhora ficou, no mínimo, mareado. Sua movimentação de braços, excessiva e a esmo, parecia tentar domar o volante de um carro desgovernado.

Acompanhar a expressão corporal e facial da ministra era, de fato, um exercício estonteante. Nada combinava com nada. Tentativas de sorriso duelavam com gestos bruscos, palavras medidas para dar informalidade saíam em tom categórico, o olhar se fixava criteriosamente no nada. A militância petista estava lá para urrar por Dilma. Não deu. Catatônica, a claque não conseguiu reagir ao poste falante.

O único fato verdadeiramente comovente do comício era o desconforto da candidata em público, talvez enfastiada da sua própria falsidade. Um bom leitor de almas diria que ela estava doida para saltar daquele carro, rasgar a fantasia e assumir o que estava escrito na sua testa: “Socorro. Não sei dirigir esse troço.”

O contraste entre o olhar perdido e o tom peremptório ficava um pouco mais agudo quando Dilma mentia – o que não deixa de ser um indicador de honestidade, mesmo que temporariamente suspensa.

Quando afirmou, por exemplo, que o Brasil se safou da crise porque os brasileiros impediram privatizações como as da Petrobras e do Banco do Brasil, o automóvel arisco de Dilma parecia que ia sair da estrada. Enquanto recitava o samba do chavista doido, seus braços pareciam tentar a manobra impossível que a salvassem do desastre verbal.
Quando teve que prometer mais cabides para a companheirada, falando em continuar a “reaparelhar” o Estado, seus olhos pareciam pedir, pelo amor de Deus (ou de Lula), um par de óculos escuros.

[Guilherme Fiuza]*Guilherme Fiuza - Jornalista, é autor de Meu nome não é Johnny, que deu origem ao filme. Escreveu também os livros 3.000 Dias no Bunker, reportagem sobre a equipe que combateu a inflação no Brasil, e Amazônia, 20º Andar, a aventura real de uma mulher urbana na floresta tropical. Em política, foi editor de O Globo e assinou em NoMínimo um dos dez blogs mais lidos nessa área.

Hipomedicina...


A colunista de "Veja" atirou esta pérola ao comentar a tragédia que matou o cinegrafista da Record e deixou à morte o piloto do helicóptero onde ambos estavam trabalhando : "Ambos foram imediatamente socorridos por funcionários e veterinários do Jockey Clube"
Não informa se foram amordaçados.

Antigripais incentivam farmácias ilegais na internet...


Comprar medicamentos pela internet é um jogo de azar no qual se tem de 50% a 90% de chances de que os produtos adquiridos sejam falsos. O tema é de especial relevância porque, na melhor das hipóteses, os remédios falsos são apenas ineficazes; na pior, podem provocar a morte. A venda pela internet segue os modismos da saúde pública. No ano passado, os antigripais (principalmente o Tamiflu, verdadeiro ou falso) foram os mais vendidos.

Tomando como medida os únicos dados disponíveis as apreensões nas alfândegas, o fenômeno teve um crescimento incomparável. Em 2005, 560 mil embalagens foram retiradas de circulação na UE. Dois anos depois, foram mais de 4 milhões. E isso porque ainda não havia começado o alerta por causa da nova gripe e a onda de temor que houve em alguns países, no final de 2009, de que não houvesse medicamentos suficientes para todos.
° [Mark Lennihan/ AP - 21.mar.2006]

Apreensões de medicamentos aumentaram sete vezes em dois anos na União Europeia

Segundo o estudo Cracking Counterfeit Europe (algo como “Desativando as Redes de Medicamentos Falsos na Europa”) apresentado na terça-feira (16), a Espanha é o quarto país europeu, depois da Alemanha, Itália e Noruega, que mais adquire medicamentos através de meios inadequados ou ilícitos, como comprar medicamentos sem receita na farmácia, comprar em academias, discotecas ou pela internet. O trabalho teve como base 14 mil questionários digitais, validados pela empresa de pesquisa de mercado britânica Nunwood, e elaborada pela Toluna seguindo os critérios de população da base de dados Eurostat e uma seleção de entrevistados segundo as normas do certificado de qualidade online Esomar. Foi financiado pela Pfizer, uma companhia sempre muito interessada por conta do prejuízo que essas vendas causam a um dos seus principais produtos, o remédio contra a disfunção erétil sildenafila (Viagra).
Da pesquisa, realizada entre outubro e novembro de 2009, desprende-se que os medicamentos que mais foram adquiridos foram os para a gripe (59,2%), seguido dos comprimidos para emagrecer e dos remédios para deixar de fumar (16,8%) e para a dor crônica (16,1%). Os remédios contra a impotência ficaram em quarto lugar (14%).

Da mesma forma, os principais motivos divulgados aos compradores são que os medicamentos adquiridos assim são mais baratos, que não podem ser comprados no próprio país (pelo menos sem receita), e que é “mais prático e mais rápido” que os meios convencionais. Os homens compram mais medicamentos que as mulheres.

Entre os entrevistados que admitiram ter adquirido medicamentos por canais não estabelecidos, 24% detectaram que o remédio era falso, 40% consideraram que o remédio não funcionou e 37% afirmam que não foi seguro.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que a venda de medicamentos falsos alcance os US$ 75 bilhões em 2010 (cerca de R$ 136,6 bilhões). E desse total, segundo o estudo, o mercado espanhol poderia alcançar os € 1,5 bilhão (R$ 3,68 bilhões) anuais. E isto considerando que a Espanha é um dos países com a maior oferta pública de medicamentos (o Estado paga mais de 80% da fatura farmacêutica e todos os remédios distribuídos por hospitais públicos). Por sua vez, a venda de medicamentos pela internet é ilegal, a menos que se trate de compras em endereços digitais de farmácias legalizadas. Entretanto, é difícil frear o fenômeno porque a livre circulação de mercadorias e o volume do tráfego postal torna impossível inspecionar todos os pacotes que chegam da UE, ou de países como Andorra. Daí que, segundo a pesquisa, mais de um terço das compras de medicamentos pela internet realizadas na Espanha foram feitas por meio de páginas estrangeiras, e 20% aconteceram depois que os consumidores receberam publicidade sobre os medicamentos através de spams.
Nem tudo é para economizar, pelo menos segundo os entrevistados. Cerca de 30% que responderam ao questionário na Espanha afirmaram que desconhecem que o Reductil (um emagrecedor) precisa de receita, 26% no caso do Viagra, 21% em relação ao Cialis (ambos tratamentos para a disfunção erétil), e 19% em relação ao Xenical (outro fármaco usado em dietas de emagrecimento) e 11% no caso do Tamiflu.
Logicamente, o problema é maior em lugares mais restritivos ou onde as ajudas públicas são menores. Assim, enquanto a OMS calcula que nos países mais ricos apenas 1% dos medicamentos consumidos são falsos, nos pobres esta porcentagem chega a 50%.

Tradução: Eloise De Vylder
El Pais

Biblioteca Digital Mundial...



Para quem gosta ou precisa pesquisar.

A Biblioteca Digital Mundial foi aberta em Paris. É da Unesco.
Aprendendo a navegar a gente amplia fotos, assiste documentários, envia manuscritos raros... Passem adiante para filhos, sobrinhos, netos, amigos...

www.wdl.org/pt/

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Sindicalismo dá resultados...



Não ensine seus filhos a estudar, aconselhe-o a entrar para um sindicato e fazer carreira... O Sindicalismo realmente é um grande negócio! Vejam como funciona, sobretudo se for da CUT - Central Universal da Tramóia.

AÇÃO ENTRE AMIGOS... DO LULA!

SE AINDA FOSSEM COMPETENTES OU PREPARADOS PARA AS FUNÇÕES EM QUE FORAM COLOCADOS, MAS NÃO, SUAS QUALIFICAÇÕES SÃO APENAS SEREM AMIGOS DO DITADOR.

No Brasil, uma nova maneira de governar foi criada. Em Brasília, há passe livre para os egressos dos movimentos sindicais, principalmente se forem ligados ao PT. Para essas pessoas parece que
as portas são mais largas e os caminhos menos sinuosos. Criou-se na capital federal a casta dos integrantes da Republica sindical brasileira. "Nunca na historia desse País" tantos ex-dirigentes sindicais ocuparam postos chaves no destino da Nação Brasileira. É sobre essas pessoas, o que faziam e o que estão fazendo agora que nós iremos falar.

Jair Meneguelli - torneiro mecânico e ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC? Alguém lembra dele? Pois bem, ele sumiu. Fomos procurá-lo. Sabe onde o encontramos? Hoje ele se encontra em Brasília. É Presidente do Conselho Nacional do Sesi e comanda um orçamento deR$34.000.000,00. Salário atual: R$25.000,00. Salário anterior (no tempo de sindicalista) R$ 1.671,61. Você ouve mais falar dele?

Heiguiberto Navarro - ex-presidente do Sindicato dos metalúrgicos do ABC. Encontramos também. Sabe onde? Em Brasília. Sabe o que ele faz hoje? É assessor do secretario nacional de estudos e políticas da Presidência da República.. Gostaram do nome? Salário atual R$6.396,00.É ele quem articula os eventos do Presidente Lula quando ocorrem fora do palácio do planalto. Recordando, ele é ferramenteiro e na época tinha um salário de R$ 1.671,61.

João Vacari Neto - bancário, ex-presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Também o encontramos. Adivinhe onde? Brasília. Certa a resposta. O que ele faz atualmente? É membro do Conselho Nacional de Itaipu. Ajuda a decidir sobre a alocação do orçamento de Itaipu, cerca de R$ 4.500.000.000,00. Salário R$ 13.000,00. Antes o seu salário era de R$ 4.909,20.

Paulo Okamoto - fresador, ex-tesoureiro da CUT. Está sumido do noticiário, mas nós o encontramos. Sabe onde? Em Brasília. Certa a resposta. O que ele faz hoje? Presidente do SEBRAE. Salário R$25.000,00. Comanda um orçamento de R$ 1.800.000.000,00. Salário anterior, quando era pobre, R$ 1.671,61.

Luis Marinho - pintor de veículos - ex-presidente da CUT. Lembram dele? Um doce para quem disser onde fomos encontrá-lo. Certa a resposta. Estou devendo um doce para milhões de pessoas. Bem feito!
Estou ferrado! O que é que ele está fazendo em Brasília? Virou Ministro da Previdência Social. Salário R$ 8.363,80. Comandou um orçamento de R$ 191.000.000.000,00. Anteriormente o seu salário era de R$ 1.620,40. Hoje é Prefeito. Imagine quanto não está ganhando? Ganhando no contracheque e na cueca, claro, seguindo o padrão Lulo-Cutista...

Wilson Santarosa - operador de transferência e estocagem, presidente do sindicato dos petroleiros de Campinas. Está no Rio de Janeiro. É gerente de comunicação da Petrobrás e membro do conselho deliberativo
da Petros. Salário atual R$ 39.000,0 comanda um orçamento de R$250.000..000,00. Salário anterior era de R$ 3.590,90.

João Antonio Felício - professor de Desenho e História da Arte e ex-presidente da CUT. É outro que está no Rio de Janeiro. É atualmente membro do conselho do BNDES, salário R$ 3.600,00 por reunião da qual participa com direito a transporte, hospedagem mais ajuda de custo. É um dos responsáveis pela aprovação do orçamento do BNDES de R$ 65.000.000.000,00. Tem sob sua responsabilidade opinar sobre sua destinação acompanhar a execução. Salário anterior R$ 1.590,00.

Sergio Rosa - escriturário e ex-presidente da confederação nacional dos bancários. Também se encontra em Brasília. É atual presidente do Previ, Fundo de previdência dos funcionários do banco do Brasil. Salário atual de R$ 15.000,00, fora os enormes jettons recebidos das empresas em que, com dinheiro da PREVI, é Conselheiro (Imagine, Conselheiro...). Comanda um orçamento de cerca de R$106.000.000.000,00. Salário anterior R$ 4.500,00.

José Eduardo Dutra - geólogo, ex-presidente do Sindiminas de Sergipe, hoje Sindipetro. Hoje, graças a Deus se encontra em Brasília onde é presidente da BR distribuidora com um misero salário de R$44.000,00. Comandará, entre 2008 a 2012, um orçamento de R$ 2.600.000.000,00. Deve ser o futuro Presidente do PT. Salário anterior era de R$ 10.000,00.

Wagner Pinheiros - analista de investimentos. Diretor da Federação dos Bancários de São Paulo. É outro que faz parte da Nova República. É presidente da Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobrás.
Salário atual apenas R$ 44.00000. Comanda um patrimônio de R$ 32.400.000.000,00. Salário anterior: R$ 5.232,29. É bom frisar que o salário anterior era o salário percebido como dirigente sindical.

Jaques Wagner. Esse pilantra era Presidente do Sindicato dos Químicos e atuava nas empresas petroquímicas no pólo de Camaçari. Ficou famoso porque sua espevitada mulher deu um chupão na Flora, mulher de Gil. Esse bebum malandro, elegeu-se deputado, depois Ministro e agora Governador do Estado da Bahia. Está mamando uns R$25.000,00. Era Conselheiro da Companhia Vale do Rio Doce como Ministro de Estado e ganhava jettons ("cala a boca") de mais de 1 milhão de reais.

Como se não bastasse esses que aqui foram citados, outros estão lá, levados que foram pela força do voto popular. Vide casos: Vicentinho,professor Luizinho, João Paulo Cunha e outros menos ou mais cotados.
Num País onde vivenciamos a cada instante a falta de empregos e de oportunidades, mesmo para aqueles que lutaram e conseguiram fazer um curso superior, tivemos oportunidade de ver como para determinadas
pessoas os caminhos são menos íngremes e as oportunidades parecem bater-lhes às portas. O momento é de reflexão. É esta a Republica que nós queremos? A República que nós queremos nós a construiremos com o nosso trabalho, com as nossas atitudes e com o nosso voto. Queremos as oportunidades como um direito de todos e não como um privilégio, como o monopólio de uns poucos.

SAFADOS!

Galeria das fotos esquecidas...



















Parabéns...

Caro Sr. AntonioCarlos,

Como leitor assíduo gostaria de parabenizar a coragem jornalística da manchete principal deste domingo, sobre mais uma suposta bandalheira no judiciário abordando "fraude em concurso para aprovar família Pimentel". Gostei da coragem, do lead, do jornalismo. Nem todo o Judiciário é assim, claro. Quando fui Diretor Geral do Manicômio Judiciário tive a oprtunidade de VIVER situações em que os magistrados deram mostram de sua dignidade, não é uma tarefa fácil decidir, julgar.

Não sei dizer se bem ou mal, se certo, errado, chamou-me a atenção a notícia dada como manchete. Foi jornalístico. Coisas como essas limpam a verdade ou incitam à sua clarividência. É só isso que é jornalismo: Algo que alguém, em algum lugar, por algum motivo quer esconder. O resto é "propaganda". Pode ser, pode ser tudo. Quem sabe um juiz "não protegido" pela mídia, quem sabe, foi liberado para a incineração. Quem sabe?
Não interessa para o interesse da palavra impressa, em si.

Como leitor, interessa-me a coragem que abre campo para tudo. Defesas, acusações, comparações, pensamento, inteligência... Tudo, menos a conhecida "chapa branca" que paira na imprensa nacional.

Meu caro Antonio Carlos, tenho a impressão de que não foi fácil esssa tua missão, a não ser que tenha sido, seja lá em que contexto for. Toda bandalheira tem uma prerrogativa fundante: deve ser oculta. E isso você não fez. A internet ainda sem credibilidade tirou do poder qualquer controle sobre a notícia. Mas o JORNAL é um documento.

Sinto-me hontado por comprar diariamente A Gazeta. E de ter pessoas como você a dirigí-la.
Eu, que fui um militante contra a Censura e a ditadura, a duras penas pode crer, estou estranhamente feliz com A Gazeta hoje, neste domingo. (Aliás, Bom Domingo!). Seja ou não seja comprovado isso ou aquilo foi aberto um caminito para a liberdade , que funda a Justiça.

Muito obrigado por nos ofertar , este JORNAL.

Reconocimiento...

Damián S. Sánchez

Merece la pena recordar a una mujer como ella. No sé si ya lo habéis recibido, porque supongo que habrá dado varias vueltas al mundo, pero no importa, merece la pena volver a recordarla.


Irena Sendler

Una señora de 98 años llamada Irena acaba de fallecer.
Durante la 2ª Guerra Mundial, Irena consiguió un permiso para trabajar en el Ghetto de Varsovia como especialista de alcantarillado y tuberías.

Pero sus planes iban más allá... Sabía cuales eran los planes de los nazis para los judíos (siendo alemana)

Irena sacaba niños escondidos en el fondo de su caja de herramientas y llevaba un saco de arpillera en la parte de atrás de su camioneta (para niños de mayor tamaño). También llevaba en la parte de atrás un perro al que entrenó para ladrar a los soldados nazis cuando salía y entraba del Ghetto. Por supuesto, los soldados no querían tener nada que ver con el perro y los ladridos ocultaban los ruidos de los niños.
Mientras estuvo haciendo esto consiguió sacar de allí y salvar 2500 niños
Los nazis la cogieron y le rompieron ambas piernas, los brazos y la pegaron brutalmente

Irena mantenía un registro de los nombres de todos los niños que sacó y lo guardaba en un tarro de cristal enterrado bajo un árbol en su jardín. Después de la guerra, intentó localizar a los padres que pudieran haber sobrevivido y reunir a la familia. La mayoría habían sido llevados a la cámara de gas. Aquellos niños a los que ayudó encontraron casas de acogida o fueron adoptados.

El año pasado Irena fue propuesta para recibir el Premio Nobel de la Paz... Pero no fue seleccionada

Se lo dierón Al Gore, por su labor y preocupación, reflejado en su documental "una verdad incomoda" sobre el Calentamiento Global.

Gran mensaje, especialmente en la viñeta. ¡No permitamos que se olvide nunca!



In Memoriam - 63 años después

Por favor, leed atentamente la viñeta, es impactante. Luego leed los comentarios del final.

Estoy aportando mi granito reenviando este mensaje. Espero que consideres hacer lo mismo

Traducción de las viñeta:
Niña:Tengo que decirle, señor... Lleva en su brazo un tatuaje mortalmente aburrido. Es sólo un montón de números
Señor: Bueno, tendría tu edad cuando me lo hicieron. Lo mantengo como un recordatorio
Niña: Oh! ... Un recuerdo de días más felices
Señor: No, de un tiempo en el que el mundo se volvió loco
"Imagínate a ti misma en un país en el que tus compatriotas siguen la voz de un político extremista al que no le gusta tu religión.
Imagínate que te quitan todo, que a toda tu familia la envían a un campo de concentración para trabajar como esclavos, y ser asesinados sistemáticamente. En este sitio te quitan hasta tu nombre para ser sustituido por un número tatuado en tu brazo.
Se llamó El Holocausto, cuando millones de personas perecieron sólo por sus creencias..."
Niña: Entonces lo lleva para acordarse el peligro de las políticas extremistas
Señor: No, cariño. Para recordártelo a ti.

Han pasado más de 60 años desde que terminó la 2ª Guerra Mundial en Europa. Este e-mail se está reenviando como una cadena conmemorativa, en memoria de los 6 millones de judíos, 20 millones de rusos, 10 millones de cristianos y 1.900 sacerdotes católicos que fueron asesinados, masacrados, violados, matados de hambre y humillados con los pueblos de Alemania y Rusia mirando al otro lado Ahora, más que nunca, con Iraq, Irán y otros proclamando que el Holocausto es un mito, es imperativo asegurarse de que el mundo nunca olvide,
La intención de este e-mail es llegar a 40 millones de personas en todo el mundo Únete a nosotros y sé un eslabón de esta cadena conmemorativa y ayúdanos a distribuirlo por todo el mundo.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

GUERNICA 3D

Toda a gente conhece a Guernica , um painel pintado a óleo com 782 x 351cm, que Pablo Picasso apresentou em 1937 na Exposição Internacional de Paris.

A tela, a preto e branco, representa o bombardeamento sofrido pela cidade espanhola de Guernica em 26 de Abril de 1937 por aviões alemães e actualmente está exposta no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia, em
Madrid .
O pintor, que morava em Paris na altura, soube do massacre pelos jornais e pintou as pessoas, animais e edifícios destruídos pela força aérea nazi tal como os viu na sua imaginação.
Agora uma artista nova-iorquina, Lena Gieseke, que domina as mais modernas técnicas de infografia digital, decidiu propor uma versão 3D da célebre obra e colocá-la na net soba forma de um vídeo (ver relacionados no final do texto).

O resultado é fascinante e permite-nos visualizar detalhes que de outro modo nos passariam despercebidos. Esta técnica inovadora revela-se um instrumento poderoso para compreender melhor a forma de trabalhar do pintor e até o modo como funcionava a sua imaginação.

*Clicar no link abaixo para ver a infografia digital de Lena Gieseke do célebre painel de Pablo Picasso em 3D (c/Som) *

http://www.lena-gieseke.com/guernica/movie.html

Não custa tentar...

Tô nessa, a partir do próximo abastecimento.
Vamos participar da campanha meus amigos.
GASOLINA (GNV, DIESEL e ÁLCOOL)

Como poderemos baixar os preços???
NÃO DEIXE DE LER ..
Você lembra do Criança Esperança?
Foi a força da Internet contra uma FÁBRICA DE DINHEIRO que mostrou que o mesmo nunca chegava a quem de direito.
Então continue a ler.
Não deixe de participar, mesmo que você HOJE não precise abastecer seu carro com gasolina!! Mesmo que você não tenha carro, saiba que em quase tudo que você consome, compra ou utiliza no seu dia-a-dia, tem o preço dos transportes, fretes e distribuição embutidos no preço de custo e conseqüentemente repassados a você.

Você sabia que no Paraguai (que não tem nenhum poço de petróleo) a gasolina custa R$ 1,45 o litro e sem adição de álcool. Na Argentina, Chile e Uruguai, que juntos (somados os 3) produzem menos de 1/5 da produção brasileira, o preço da gasolina gira em torno de R$ 1,70 o litro e sem adição de álcool. E que o Brasil vende nosso álcool para os paises vizinhos à R$ 0,35 o litro? QUAL É A MÁGICA ??

Você sabia, que já desde o ano de 2007 e conforme anunciado aos "quatro ventos" pelo LULA e sua Ministra DILMA... o Brasil já é AUTO-SUFICIENTE em petróleo e possui a TERCEIRA maior reserva de petróleo do MUNDO.

Realmente, só tem uma explicação para pagarmos R$ 2,67 (cartel do DF) o litro, a GANÂNCIA do Governo com seus impostos e a busca desenfreada dos lucros exorbitantes da nossa querida e estimada estatal brasileira que refina o petróleo por ela mesma explorado nas "terras tupiniquins".

CHEGA !!!

Se trabalharmos juntos poderemos fazer alguma coisa.
Ou vamos esperar a gasolina chegar aos R$ 3,00 ou R$ 4,00 o litro? Mas, se você quiser que os preços da gasolina baixem, será preciso promover alguma ação lícita, inteligente, ousada e emergencial.
Unindo todos em favor de um BEM COMUM !!!

Existia uma campanha que foi iniciada em São Paulo e Belo Horizonte, que nunca fez sentido e não tinha como dar certo. A campanha: "NÃO COMPRE GASOLINA" em um certo dia da semana previamente combinado,que foi popular em abril ou maio passado.

Nos USA e Canadá a mesma campanha havia sido implementada e sugerida pelos próprios governos de alguns estados aos seus consumidores, mas as Companhias de Petróleo se mataram de rir porque sabiam que os consumidores não continuariam "prejudicando a si mesmos", ao se recusarem a comprar gasolina.. Além do que, se voce não compra gasolina hoje... vai comprar MAIS amanhã. Era mais uma inconveniência ao próprio consumidor, que um problema para os vendedores.

MAS houve um economista brasileiro, muito criativo e com muita experiência em "relações de comércio e leis de mercado", que pensou nesta idéia relatada abaixo e propôs um plano que realmente funciona.

Nós precisamos de uma ação enérgica e agressiva para ensinar às produtoras de petróleo e derivados que são os COMPRADORES que, por serem milhões e maioria, controlam e ditam as regras do mercado, e não os VENDEDORES que são "meia-dúzia".
Com o preço da gasolina subindo mais a cada dia,nós, os consumidores, precisamos entrar rapidamente em ação!!
O único modo de chegarmos a ver o preço da gasolina diminuiré atingindo quem produz, na parte mais sensível do corpo humano: o BOLSO. Será não comprando a gasolina deles!!!

MAS COMO ??!!

Considerando que todos nós dependemos de nossos carros, e não podemos deixar de comprar gasolina, gnv, diesel ou álcool. Mas nós podemos promover um impacto tão forte a ponto dos preços dos combustíveis CAIREM, se todos juntos agirmos para

FORÇAR UMA GUERRA DE PREÇOS ENTRE ELES MESMOS.

É assim que o mercado age!!!

Isso é Lei de Mercado e Concorrência!!!

Aqui está a idéia:

Para os próximo meses (JANEIRO, FEVEREIRO E MARÇO...) não compre gasolina da principal fornecedora brasileira de derivados de petróleo, que é a PETROBRÁS (Postos BR).

Se ela tiver totalmente paralisada a venda de sua gasolina, estará inclinada e obrigada, por via de única opção que terá, a reduzir os preços de seus próprios produtos, para recuperar o seu mercado.

Se ela fizer isso, as outras companhias (Shell, Esso, Ipiranga, Texaco, etc...) terão que seguir o mesmo rumo, para não sucumbirem economicamente e perderem suas fatias de mercado.
Isso é absolutamente certo e já vimos várias vezes isso acontecer!
CHAMA-SE LEI DA OFERTA E DA PROCURA;

Mas, para haver um grande impacto, nós precisamos alcançar milhões de consumidores da Petrobrás.
É realmente simples de se fazer!!
Continue abastecendo e consumindo normalmente!! Basta escolher qualquer outro posto ao invés de um BR (Petrobrás). Porque a BR?
Por tratar-se da maior companhia distribuidora hoje no Brasil e conseqüentemente com maior poder sobre o mercado e os preços praticados.
Mas não vá recuar agora... Leia mais e veja como é simples alcançar milhões de pessoas!!


Essa mensagem foi enviada a aproximadamente trinta pessoas. Se cada um de nós enviar a mesma mensagem para, pelo menos, dez pessoas a mais (30 x 10 = 300) e se cada um desses 300 enviar para pelo menos mais dez pessoas,(300 x 10 = 3.000), e assim por diante, até que a mensagem alcance os necessários MILHÕES de consumidores!

É UMA "PROGRESSÃO GEOMÉTRICA" QUE EVOLUI RAPIDAMENTE E QUE VOCE CERTAMENTE JÁ CONHECE !!

Quanto tempo levaria a campanha?

Se cada um de nós repassar este e-mail para mais 10 pessoas A estimativa matemática (se você repassá-la ainda hoje) é que dentro de 08 a 15 dias, teremos atingido, todos os presumíveis 30 MILHÕES* de consumidores da Petrobrás (BR).

(fonte da
ANP - Agencia Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis)

Isto seria um impacto violento e de conseqüências invariavelmente conhecidas...
A BAIXA DOS PREÇOS

Agindo juntos, poderemos fazer a diferença.
Se isto fizer sentido para você, por favor, repasse esta mensagem, mesmo ficando inerte.


PARTICIPE DESTA CAMPANHA DE CIDADANIA ATÉ QUE ELES BAIXEM SEUS PREÇOSE OS MANTENHAM EM PATAMARES RAZOÁVEIS! ISTO REALMENTE FUNCIONA.
VOCÊ SABE QUE ELES AMAM OS LUCROS SEM SE PREOCUPAR COM MAIS NADA!

O BRASIL CONTA COM VOCÊ!!!
CHEGA DE SER CORDEIRINHOS DESSE BANDO DE POLITICOS CORRUPTOS


Não custa tentar !

Cigarro (mostre para quem fuma)...

video

O neto do Brasil...


“Quem manda nesse país é o meu pai, eu sento onde eu quiser e mando minha turma bater em você, porque descubro onde você mora”. E repetia mil vezes: "Você sabe com quem está falando? Também, posso fazer você perder seu emprego."

Luiz Cláudio Lula da Silva.
Filiação: Luís Inácio Lula da Silva e Marisa Letícia da Silva.
Avó paterna: Dona Lindu.

Ocorrido durante uma apresentação do Cirque du Soleil.

A cena foi protagonizada pelo filho do filho do Brasil, aquele que quer ser técnico de futebol. Exaltado, Luiz Cláudio Lula da Silva teve que ser retirado pelos seguranças do Cirque du Soleil, porque ele acredita ser o dono de tudo, até mesmo de um espetáculo estrangeiro que tem as garantias legais para atuar em qualquer lugar do mundo, sob a proteção das leis de seu país originário, no caso, o Canadá.
“Quem manda nesse país é o meu pai, eu sento onde eu quiser e mando minha turma bater em você, porque descubro onde você mora”.E repetia mil vezes: "Você sabe com quem está falando? Também, posso fazer você perder seu emprego."
É assim que os “silvas” pensam: o Brasil é deles.
Esse cretino tomou o assento de três senhoras que haviam pago seus ingressos,
e não queria sair do lugar delas de jeito nenhum. Ele estava acompanhado de duas garotas.
O coordenador chamou o segurança e o fez sair. O cafajeste estava bêbado e se recusava a tomar o assento que ele havia comprado, queria aquele lugar porque ele era o filho do Lula.
Pois bem, ele pediu para chamar o gerente do Cirque du Soleil.
O canadense veio atendê-lo; aí... ele dizia ao coordenador :
- "Duvido que você conte a ele, que mandou o segurança retirar o filho do presidente
do Brasil, que manda em tudo"...
Isto ele dizia aos berros e intercalado com palavrões. O funcionário respondeu:
"Eu falo sete idiomas e vou traduzir do jeito que você falar, mesmo falando mal de mim...'
Bom, uma das amiguinhas dele falava inglês, e foi ouvindo o coordenador traduzir
literalmente a conversa do imbecil.
Resumindo: O diretor canadense, disse:
-“Aqui mando eu, e meu funcionário obedeceu rigorosamente as leis que regem o Cirque du Soleil, portanto, você se dirija ao seu lugar ou retire-se”
Ele se retirou, e tornou a voltar porque as moças estavam chorando e queriam ver o show. Moral da história: a cafajestagem, a falta de princípios e de educação, tudo está no sangue dessa gente sem caráter e sem moral. Mas os dias deles estão contados. Os "ditadorezinhos", autoritários, essa gente sem escrúpulos será enxotada da História, mais cedo ou mais tarde.

Los Hermanos...

Um brasileiro entra no posto policial em São Borja, quase divisa com a Argentina. Lá ele fala ao oficial de plantão:
-Estou aqui para confessar um crime. Minha consciência não me deixa em paz.
-Bah, guri, as leis aqui são muito severas e são cumpridas e se tu confessar e for culpado não tem escapatória nem dor de consciência que te livre da cadeia!
-Atropelei um argentino aqui perto de São Borja, na estrada.
-Que é isso tchê, como você pode ser culpado? Esses argentinos vivem atravessando as ruas e as estradas a todo o momento.
-Mas ele estava no acostamento.
-Se estava no acostamento é porque queria atravessar, se não fosse tu seria outro qualquer.
-Mas não tive dignidade nem de avisar a família do homem.
-Mas tchê, se tu tivesse avisado haveria manifestação, revolta popular, passeata, policia, repressão, pancadaria e morreria muito mais gente, acho que és um pacifista, mereces uma medalha.
-Eu ainda enterrei o coitado no mesmo local, na beira da rodovia.
-Pois então, veja, tu és um grande humanista, enterrar um argentino, é um benfeitor, outro qualquer abandonaria ali mesmo para ser comido pelos animais.
-Mas quando eu estava enterrando, ele berrava : Estoy vivo! Estoy vivo!
-Tudo mentira, esses argentinos mentem muito!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Cordel do Brasil real...


Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.



Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Dar muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.


Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Se m nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois sa iba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual..

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…

FIM

Salvador, 16 de janeiro de 2010.
Autor: Antonio Barreto,
Cordelista natural de Santa Bárbara-BA,
residente em Salvador.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010


Um coelhinho felpudo estava fazendo suas necessidades matinais quando olha para o lado, e vê um enorme urso fazendo o mesmo.

O urso se vira para ele e diz: - Hei, coelhinho, você solta pêlos?

O coelhinho, vaidoso e indignado, respondeu:
- De jeito nenhum, venho de uma linhagem muito boa...

Então o urso pegou o coelhinho e limpou a bunda com ele.

MORAL DA HISTÓRIA: CUIDADO COM AS RESPOSTAS PRECIPITADAS, PENSE BEM NAS POSSÍVEIS CONSEQÜÊNCIAS ANTES DE RESPONDER!
No dia seguinte, o leão, ao passar pelo urso diz:
- Aí, hein, seu urso! Com toda essa pinta de bravo, fortão, bombado...!
Te vi ontem, dando o rabo prum coelhinho felpudo.
Já contei pra todo mundo!!!

MORAL DA MORAL: VOCÊ PODE ATÉ SACANEAR ALGUÉM, MAS LEMBRE-SE QUE SEMPRE EXISTE ALGUÉM MAIS FILHO DA PUTA QUE VOCÊ!

'O problema do Brasil é que, quem elege os governantes não é o pessoal que lê jornal, mas quem limpa a bunda com ele!'

Mas é claro....!

Um cara descobriu em uma tarde bela tarde de outono quea dialética era uma farsa da falsa lógica.
- Da discussão não nasce sabedoria. Só mais discussão. E às vezes incrementa o sexo. É ou não é?
Mas não produz resultante.
Então, nosso herói - passei a vida inteira para escrever extra expressão, "nosso herói"- revelou a um amigo.
-- De hoje em diante não vou polemizar. Só me desgasto, ninguem ouve de verdade ninguém. Basta um pouquinho de vinho para se falar o que deve na hora que não deve. Perde-se amigos e não se ganha nada, nem a discussão: sempre dá empate feito um jogo de frescobol, o único esporte em que o cara se mata para facilitar o jogo do adversário.
De hoje em diante aviso e comunico concordarei com tudo. Absolutamente. Pode ser o que for estarei concordando. Por mais óbio ou mal-pensante que seja o argumento concordo!
- Você não acha que está exagerando
- Acho.

(Fecham as cortinas, baixamo pano de boca)

PB
P.S. Esta matéria está no meu blog

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Humildade mineira...


Três paulistas querendo contar vantagem pro mineirim:

1º. paulista: - Eu tenho muito dinheiro... Vou comprar o Citibank!

2º. paulista: - Eu sou muito rico... Comprarei a Fiat Automóveis.

3º. paulista: - Eu sou um magnata... Vou comprar a Usiminas.

E os três ficam esperando o quê o mineiro vai falar.

O minerim da uma pitada nu cigarro de paia, ingole a saliva... Faz uma pausa... e diz:

- Num vendo...

PRESIDENTE, VÁ SE...


Não sei se é desespero ou ignorância. Pode ser pelo convívio com as más companhias, mas eu, com todo o respeito que a "Instituição" Presidente da República merece, digo ao senhor Luis Inácio que vá se foder. Quem é ele para dizer, pela segunda vez, que tem mais moral e ética "que qualquer um aqui neste país"? Tomou algumas doses a mais do que o habitual, presidente?

Esta semana eu conheci Seu Genésio, funcionário de um órgão público que tem infinitamente mais moral que o senhor, Luis Inácio.

Assim como o senhor, Seu Genésio é de origem humilde, só estudou o primeiro grau e sua esposa foi babá. Uma biografia muito parecida com a sua, com uma diferença, a integridade. Ao terminar um trabalho que lhe encomendei, perguntei a ele quanto eu o devia. Ele olhou nos meus olhos e disse:

- Olha doutora, esse é o meu trabalho. Eu ganho para fazer isso. Se eu cobrar alguma coisa da senhora eu vou estar subornando. Vou sentir como se estivesse recebendo o mensalão.

Está vendo senhor presidente, isso é integridade, moral, ética, princípios coesos. Não admito que o senhor desmereça o povo humilde e trabalhador com seu discurso ébrio.

Seu Genésio, com a mesma dificuldade da maioria do povo brasileiro, criou seus filhos. E aposto que ele acharia estranho se um dos quatro passassem a ostentar um patrimônio exorbitante, porque apesar tê-los feito estudar, ele tem consciência das dificuldades de se vencer. No entanto, Lula, seu filho recebeu mais de US$ 2.000.000,00 (dois milhões de dólares) de uma empresa de telefonia, a Telemar. E isso, apenas por ser seu filho, presidente! Apenas por isso e o senhor achou normal. Não é corrupção passiva? Isso é corrupção Luis Inácio! Não é ético nem moral! É imoral!

E o senhor acha isso normal? Presidente, sempre procurei criar os meus filhos dentro dos mesmos princípios éticos e morais com que fui criada. Sempre procurei passar para eles o sentido de cidadania e de respeito aos outros. Não posso admitir que o senhor, que deveria ser o exemplo de tudo isso por ser o representante máximo do Brasil, venha deturpar a educação que dou a eles. Como posso olhar nos olhos dos meus filhos e garantir que o trabalho compensa, que a vida íntegra é o caminho certo, cobrar o respeito às instituições, quando o Presidente da República está se embriagando da corrupção do seu governo e acha isso normal, ético e moral?

Desafio o senhor a provar que tem mais moral e ética que eu!

Quem sabe "vossa excelência" tenha perdido a noção do que seja ética e moralidade ao conviver com indivíduos inescrupulosos, como o gangster José Dirceu (seu ex-capitão), e outros companheiros de partido, não menos gangsteres, como Delúbio, Sílvio Pereira, Genoíno, entre outros.

Lula, eu acredito que o senhor não saiba nem o que seja honestidade, uma prova disso foi o episódio da carteira achada no aeroporto de Brasília. Alguém se lembra? Era início de 2004, Waldomiro Diniz estava em todas as manchetes de jornal quando Francisco Basílio Cavalcante, um faxineiro do aeroporto de Brasília, encontrou uma carteira contendo US$ 10 mil e devolveu ao dono, um turista suíço. Basílio foi recebido por esse senhor aí, que se tornou presidente da república. Na ocasião, Lula disse em rede nacional, que se alguém achasse uma carteira com dinheiro e ficasse com ela, não seria ato de desonestidade, afinal de contas, o dinheiro não tinha dono. Essa é a máxima de Lula: achado não é roubado.

O turista suíço quis recompensar o Seu Basílio lhe pagando uma dívida de energia elétrica de míseros 28 reais, mas as regras da Infraero, onde ele trabalha, não permitem que funcionários recebam presentes. E olha que a recompensa não chegava nem perto do valor da Land Rover que seu amigo ganhou de um outro "amigo".

Basílio e Genésio são a cara do povo brasileiro. A cara que Lula tentou forjar que era possuidor, mas não é. Na verdade Lula tinha essa máscara, mas ela caiu. Não podemos suportar ver essa farsa de homem tripudiar em cima na pureza do nosso povo. Lula não é a cara do brasileiro honesto, trabalhador e sofrido que representa a maioria. Um homem que para levar vantagem aceita se aliar a qualquer um e é benevolente com os que cometem crimes para benefício dele ou de seu grupo e ainda acha tudo normal! Tenha paciência! "Fernandinho Beira-Mar", guardando as devidas proporções, também acha seus crimes normais.

Desculpe-me, 'presidente', mas suas lágrimas apenas maculam a honestidade e integridade do povo brasileiro, um povo sofrido que vem sendo enganado, espoliado, achacado e roubado há anos. E é por esse povo que eu me permito dizer: Presidente, vá se foder!

Adriana Vandoni Curvo

é professora de economia, consultora, especialista em Administração Pública pela FGV/RJ.


Blog
http://argumento.bigblogger.com.br/ .