terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Foto pra ficar na história...

Cesar Cielo...


Dessa vez não foi pelo fato de ter ganhado alguma prova de natação, mas pela entrevista corajosa que deu ao jornal O ESTADO DE SÃO PAULO.

Cesar bastante irritado, falou da falta de apoio da CBDA, (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos). César disse com todas as letras que não teve ajuda da confederação e muito menos do governo. Sua vitória se deve a ajuda de seu pai e de patrocinadores.

Para tanto estava treinando nos Estados Unidos. E o presidente da confederação queria que ele voltasse para o Brasil, para treinar aqui. Queria também que ele fosse ao palácio do planalto para fazer o cartaz do presidente. Coisas que ele rejeitou. Daí para frente foi ameaçado de ficar sem o pouco de facilidades que a confederação lhe dava.

Minha vitória tem muito pouco a ver com eles, disse o nadador quando participou do troféu José Finkel, nas piscinas do Corinthians. Querendo eles ou não, sou campeão olímpico, e isso eles terão que engolir. Desde que me tornei profissional, em março, paguei tudo: alimentação, hospedagem, e até meu técnico (o australiano Brett Hawke). Ele ficou assustado, quando lhe perguntaram se a CBDA havia ajudado em alguma despesa.

Sua resposta foi essa: 'Sério que vocês estão me perguntando isso?' 'Pensei que vocês estivessem brincando'. César Cielo contou que além de não receber auxílio da CBDA, teve problemas com o presidente Lula. Entre outras ameaças, ele ameaçou suspender os pagamentos que eu vinha recebendo dos correios, quando disse a ele que não viria para uma cerimônia no palácio do Planalto. Ele vivia telefonando para meus pais, e não os deixava trabalhar sossegados. Fiquei nervoso e treinei mal por uns dias.

Esse é o governo que temos. Pelo que se vê, o dedo do governo está em tudo. Atletas têm que ir a Brasília para pedir a benção do 'padrinho'. Ainda bem que não vimos medalhistas em Brasília puxando o saco do desgoverno. Porque será? - Repasse a todos os seus amigos

Se explicar piora...

video

O verdadeiro fdp...

video

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Bonates bebê...


Vovó Alice, Mamãe (atrás) e Euzinho

HÁ HE HI ROBIN WILLIANS...


Uns anos atrás os Simpsons vieram pro Brasil. Homer foi sequestrado. Bart ficou excitado com a loira de shorts enfiado na bunda que apresentava um programa infantil na TV. O menino pobre que a Lisa ajudou não tinha o que comer mas estava muito feliz desfilando no Carnaval.

Esses dias Robin Willians falou o seguinte: "Claro que o Rio ganhou de Chicago a sede das Olimpíadas. Chicago levou Michele e Oprah e o Rio levou 50 strippers e 500g de cocaína".

Eu ri!

Advogados, autoridades e populares se revoltaram nos dois casos. Eles não se revoltam, não se mobilizam, não processam, não abrem inquéritos, não fazem passeatas quando o sequestro, o tráfico de drogas e a prostituição acontece na vida real bem debaixo dos nossos narizes. Eles se revoltam só quando usam isso pra fazer piada.

A piada realmente boa sempre ofende alguns e mata de rir outros por um motivo simples: A boa piada sempre fala de uma verdade. Num País onde aprendemos a mentir, enganar, roubar, tirar vantagem desde cedo a verdade não diverte. Assusta. O cara engraçado pro brasileiro é sempre aquele que fala bordões manjados, imita o Silvio Santos e outras personalidades ou faz um trocadilho bobo mostrando ser um ignorante acerca dos assuntos. Esses bobos passivos nos deliciam porque não incomodam ninguém! Um cara que faz um gracejo com uma verdade inconveniente pro brasileiro é como o alho pro vampiro. Merece ser execrado.

O brasileiro é uma gorda de 300 kilos que odeia ouvir que é gorda. Ela faz um regime pra parar de ouvir isso? Não! Regime e exercicio dá muito trabalho. É mais fácil ir no shopping, comprar roupa de gente magra, vestir e depois acomodar a bunda na cadeira do McDonalds. Então é inevitável que mais hora menos hora alguém da multidão grite: "Volta pro circo!" ou "Minha nossa! É o StayPuff com o maiô da Dayane dos Santos?". Então a gorda chora. Se revolta. Ameaça. Processa. Porque, embora ela tentou se vestir como uma magra, no fundo a piada a fez lembrar que ela é mais gorda que a conta bancária do Bill Gates. A auto-estima dela tem a profundidade de um pires cheio de água.

Advogados. Já que se incomodam com piadas evitem ser alvos de mais algumas delas não processando Robin Willians. Invés de processo envie pra ele uma carta de gratidão. Pense que ele só falou de puta e cocaína. Ele poderia ter falado por exemplo, que o turista que vier pra Olimpiadas se não for roubado pelo taxista será no calçadão. Que o governo e a polícia brasileira lucram com aquela cocaíca do morro carioca que ele usou na piada. E se ele resolvesse falar algo como: “As crianças do Brasil não assistirão as Olimpíadas porque estarão ocupadas demais se prostituindo”.? Ah...E se ele resolvesse lançar mais uma piada do tipo: “Brasileiro é tão estúpido que se preocupa com o que um comediante diz, mas não se preocupa no que o político que ele vota faz”?

Enfim... são muitas piadas que poderiam ter sido feitas. Quem é imbecil e se incomoda com piada, não seja injusto e agradeça o Robin Willians porque ele só fez aquela.
E depois brasileiro insiste em fazer piada dizendo que o Português é que é burro.

DANILO GENTILI - APRESENTADOR DO PROGRAMA CQC

Médicos e membros da Justiça: a mesma justa justiça

Um médico concursado no serviço público federal, com residencia, mestrado, doutorado, tendo ralado mais de trinta anos em Pronto Socorros adoecedores para ambos - médico e paciente - ganha hoje pouco mais de 2 mil e quinhentos reais.

Não há o reajuste devido pelo Fernando Henrique e seu disfarçado comparsa Lula há mais de 16 anos. Zero de reajuste.

É que a carreira médica - segundo eses analfabetos do Congresso - "não é especial".
Eles , os juizes e desembargadores que justamente ganham muito bem e não é por isso que TODA greve de médico que foi permitida pela desnecessária Constituição de 88 é julgada ilegal. Um juiz em inico de carreira, sem qualquer - necessária - especialização vai a 14 mil mensais fácil.

Vã filosofia


Como diria aquele aluno do Enem: Esse povo rico não está preocupado com o meio ambiente. Eles se preocupam com o ambiente inteiro que é todo deles maninhos. Jogam bombas, vão à lua sem ir, matam Kennedy, Lady Dai, Luther King , Lennon ou quem mais estiver do outro meio do ambiente, digamos.

.......

A começar pela expressão "terrorismo". É claro que aquele crime hediondo contra as torres de NY é abominável. E também são inaceitáveis: a Klu-klux-Khan uma ornanizaçõa nazi-facista-terrorista dos Estados Unidos e somente lá , tolerada abertamente .Todo mundo sabe quem são os "binladen" de lá: o prefeito, o chefe de policia, só gente fina ao mais puro modelo de Hitler andam há seculos assasinando negros, latinos, etc

........

Além disso jogam bombas de avisões invisíveis contra os quais não se tem defesa assassinando pessoas toralmente inocentes. Contra quem? Não interessa . O motivo é inventado.
Por exemplo: o negócio não era contra Bin Laden?
O que tem o Iraque com isso.

Bem: quem são os terroristas?

Cerveja atrasa a morte...

video

Leitora de codigo barra...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Sobre a morte e o morrer


O assassinato é uma forma bizarra de censura, assim como a censura - especialmente a prévia e calhorda - é uma forma de assassinato.

Paulo Bonates, CENSURADO

Atenção: enquanto esta frase sair no meu blog continuo censurado apenas por defender o jornalismo

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Lançando o meio no ambiente...


Prostitutas dinamarquesas oferecem sexo grátis a participantes da COP 15

Iniciativa é reação a campanha do governo para a conferência do clima. Até o momento, ninguém demonstrou interesse na oferta, diz representante.

Os participantes da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 15), que começa nesta segunda-feira (7), em Copenhague, são alvo de uma promoção inusitada: mediante apresentação de credencial, podem se divertir de graça com uma das 79 prostitutas associadas à Organização Dinamarquesa das Trabalhadoras do Sexo (SIO, na sigla em dinamarquês).

A ação tem validade por toda a duração do evento e começou por causa de uma campanha em que a câmara dos vereadores e a prefeita da capital dinamarquesa, Ritt Bjerregaard, distribuíram pelos hotéis da cidade cartões postais com a mensagem “Seja sustentável: não compre sexo”. As prostitutas vão aceitar esses cartões como forma de pagamento por um programa, contanto que o beneficiário comprove que é participante da COP 15.

“Resolvemos responder oferecendo sexo de graça porque consideramos isso um preconceito”, disse ao G1 a representante da SIO, Susanne Moeller, que também trabalha no ramo. A prostituição é legal no país. Para Susanne, já que se trata da COP 15, as pessoas deveriam se preocupar com as mudanças climáticas, não com o sexo pago. Ela apontou ainda que a noção de que grandes eventos fazem aumentar o movimento nos prostíbulos é errada. “A grande maioria do nosso público é local”, apontou.

Até o momento, de acordo com Susanne, nenhum credenciado para a conferência climática demonstrou interesse em aproveitar a gratuidade dos serviços sexuais. “Esperamos que não apareça ninguém”, admitiu a porta-voz da associação de prostitutas, ressaltando tratar-se apenas de uma forma de protesto.

Copenhague é conhecida como umas das cidades com custo de vida mais alto no mundo. Perguntada a respeito de quanto as associadas estariam, em média, deixando de ganhar ao aceitar um programa gratuito, Susanna desconversou: “Trabalhamos individualmente e os preços variam muito”.

fonte

Telegrama do Hospital Central de Lisboa...

3 Dicas importantes...

1.
Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar! www.cartorio24horas.com.br

Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.

2.
AUXÍLIO À LISTA
Telefone 102... não!
Agora é: 08002800102
Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são importantes...
NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.
SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO VERDADEIRAMENTE GRATUITO.

Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo.

3.
Documentos roubados - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade - Lei 3.051/98

Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:
Habilitação (R$ 42,97);
Identidade (R$ 32,65);
Licenciamento Anual de Veículo (R$ 34,11).

Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitaçãoe Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP.

O Intelectual...

video

O apogeu da ignorância


Lavra do Jornalista Leonardo Attuch

Na semana passada, a alta corte se reuniu em Brasília. Mais de 1,4 mil pessoas lotaram o Teatro Nacional para assistir à pré-estréia do filme "Lula, o Filho do Brasil". Nos círculos do poder, onde o puxa-saquismo faz parte da etiqueta social e é instrumento de ascensão profissional, compreende-se que algumas pessoas tenham sentado nas escadarias e se dependurado nos lustres do teatro. Mas quando a produção chegar às salas de cinema, dificilmente terá a mesma recepção. E talvez entre para a história como o filme de expectativas mais infladas já rodado no País - e também o que menos correspondeu a elas.

Por mais que Lula seja "o cara" e mereça a popularidade que tem, existem razões filosóficas, estéticas e morais para não se assistir ao filme. A principal: é simplesmente indecoroso que o produtor Luiz Carlos Barreto tenha rodado sua sacolinha no auge do poder petista. Com cerca de R$ 16 milhões arrecadados, ele conseguiu produzir a película mais cara da história do cinema nacional. Eike Batista, aquele que queria um empurrão do Planalto para ficar com a Vale, deu R$ 1 milhão. A Camargo Corrêa, que depois de uma operação da Polícia Federal foi socorrida pelo advogado Márcio Thomaz Bastos, por sugestão direta do presidente, também entrou no consórcio, assim como duas outras empreiteiras. E a Oi, que ganhou uma lei sob medida na telefonia, também está no time dos patrocinadores. Por isso, é até risivel o comentário do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que, na pré-estréia, indagou: "Por que a oposição não arruma alguém para fazer um filme também?" Ora, simplesmente porque não tem a chave do cofre, nem a chave da cadeia - e talvez porque tenha algum decoro.

Se isso não bastasse, o principal ingrediente do filme parece ser o sentimentalismo barato daquelas produções "feitas para chorar". A história de um herói improvável que supera dificuldades e chega ao cume da glória, carregado pelo povo. Na linha do indiano "Quem quer ser um milionário?", o nosso poderia se chamar "Quem quer ser um presidente?". Só que a arte de Lula sempre foi o de transformar adversidades, como a origem humilde e a falta de diploma, em vantagens comparativas no jogo da competição política. Numa sociedade tão desigual e culpada como a brasileira, nada disso foi obstáculo ao seu sucesso - e talvez tenha até ajudado. Por tudo isso, e pelo simples fato de que teria sido mais decente esperar o fim da era Lula para rodar o filme, a produção da família Barreto não vale o ingresso, nem a pipoca.

Jornalista Leonardo Attuch
attuch@istoe.com.br

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A História da criança no Brasil...

ESCRITO EM 1992/1993 NO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE MENTAL DA PUC.


Aviação Francesa (Axterix 50 Anos )

video

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009